segunda-feira, setembro 21, 2015

Homem foi assassinado a tiros a altura do km 3

Fonte: Mauro Torres, via WhatsApp

Dilvan da Silva Pimentel (foi morto a tiros na Rodovia Transamazônica, a altura do km 3). 

Ele não teve chance de defesa. 

Testemunhas informaram que, por volta de 19h30 desta segunda-feira (21), Dilvan conversava com dois homens que estavam em uma moto, quando foi surpreendido. Um dos desconhecidos sacou de uma arma e disparou à queima roupa. 

A vítima tentou correr, mas foi alvejada nas costas e recebeu mais dois projéteis na cabeça, vindo a morrer instantâneamente. A guarnição do sargento Darlison, da PM, foi acionada para preservar o local do crime e iniciar a investigação.

Dilvan da Silva Pimentel tinha 35 anos e, segundo a família, há algum tempo, estava envolvido com o consumo de drogas. Essa informação foi confirmada pela polícia quando, na mão esquerda da vítima, foi encontrado um maço de cigarros contendo alguns papelotes de material que aparenta ser entorpecente. Esse fato encaminha para a suspeita de execução relacionada ao tráfico.

Peritos do IML, sob a coordenação da perita criminal Stael Silva, fizeram a remoção do corpo para procedimento de necropsia.