segunda-feira, agosto 10, 2015

Energia elétrica no Pará fica mais cara

Você achava que a energia elétrica que a gente paga já estava cara, pois já houve novo aumento que chegou de mansinho.

O blog extraiu um trecho de uma matéria publicada, ontem, pela ORMNews, que trata do assunto.
-------------------------
Resultado de imagem para foto do aumento de energiaO reajuste na tarifa de energia elétrica começa a vigorar hoje (7) no Estado do Pará. Os novos valores devem afetar cerca de 2,1 milhões de clientes das Centrais Elétricas do Pará (Celpa), em 144 municípios.

Para os consumidores residenciais de baixa tensão o reajuste será de 6,30%, já para aqueles de média tensão será de 7,47% e para a indústria (alta tensão) de 10,22%. Este novo aumento denominado revisão tarifária é autorizado a cada quatro anos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) após analisar os custos, que envolvem a compra de energia e os encargos, e os investimentos realizados pela concessionária. Este é o quarto reajuste autorizado pelo governo federal no Pará dentro de aproximadamente um ano. A agência reguladora também autorizou reajustes em outros estados do Brasil.

Segundo o diretor de relações institucionais da Celpa, Mauro Chaves, a revisão tarifária tem o objetivo de equilibrar as contas para que a concessionária possa prestar um bom serviço para a população. A última revisão tarifária no Estado ocorreu no ano de 2011. Essas revisões substituem o reajuste anual a que as distribuidoras têm direito avaliados pela Aneel. “Será tanto para o pagamento dos encargos setoriais com a compra de energia, quanto para operação, manutenção e os investimentos necessários para a melhoria e qualidade do fornecimento”, ressaltou.

Em 2015, devido ao forte aumento das despesas no setor elétrico, a Aneel também promoveu uma revisão extraordinária das tarifas, que começou a valer em março com o valor médio de 3,6% para a Celpa. No início do ano, também foi aprovada a taxa extra da bandeira tarifária que cobra valores adicionais dependendo da geração de energia em todo o País. Desde janeiro, a bandeira vermelha em vigor aumenta R$ 5,50 a mais para cada 100 KWh consumido. E em agosto do ano passado, ocorreu o maior aumento na conta com o reajuste anual ordinário que chegou a 36,41% para a indústria e 34,4% para as residências.
-----------------------------------
Nota do blog: Toda vez que o governo autoriza algum aumento na tarifa de energia elétrica, a Celpa se apressa em informar que serão feitos investimentos para melhorar a qualidade do serviço da concessionária. Mas, basta passar alguns dias para que o assunto seja completamente esquecido.

Estamos perto de completar dois anos que o presidente da Celpa, senhor Raimundo Nonato Alencar Castro, logo depois do aumento absurdo do ano passado, veio aqui mentir, dizendo até quais seriam os investimentos a serem feitos para melhorar a qualidade da energia elétrica fornecida em Itaituba. Até agora, quais foram esses investimentos significativos?

O preço da tarifa de energia elétrica no Pará é um verdadeiro assalto autorizado pelo governo federal aos consumidores.