segunda-feira, agosto 31, 2015

Dejacir ficou muito incomodado quando viu a fotografia de Altair dos Santos

A subsecção da Ordem dos Advogados do Brasil, de Itaituba, e a própria secção estadual da ordem, espera que nos próximos dias Dejacir Ferreira de Souza seja encaminhado para este município para prestar depoimento a respeito do triplo assassinato que chocou o Pará.

A presidente da subsecção da ordem, em Itaituba, advogada Cristina Bueno, disse ao telejornal Focalizando, que no depoimento prestado por Dejacir, sexta-feira passada, em Estrela do Norte, Goiás, ele traiu-se em alguns momentos.

Primeiro, disse que não era ele quem aparece nas imagens da câmera de uma compra de ouro ao lado da boutique onde o crime aconteceu; falou que não conhecia algumas pessoas citadas no inquérito; que não conhecer Altair dos Santos, preso como suspeito de ser o mandante, mas, caiu em contradição.

Mais tarde, reconheceu que era ele mesmo que aparece nas imagens, que comprou uma faca no centro da cidade, mas, afirmou que não matou ninguém com ela e, quando viu imagens de Altair dos Santos ficou visivelmente incomodado, traindo-se pelo comportamento demonstrado, segundo informou o delegado Sílvio Birro, que estava em Estrela do Norte e manteve contato direto com Cristina Bueno.

A cúpula estadual da OAB esteve quase toda no aeroporto de Val de Cans, em Belém, aguardando a chegada de Dejacir, o que ocorreu na tarde de sábado.


Sua ida para a penitenciária de Americano, segundo a presidente da OAB/Itaituba, Cristina Bueno, foi por medida de segurança.