terça-feira, agosto 18, 2015

CPI em pé de guerra

Não poderia ser pior o clima na CPI criada para apurar denúncias de mau uso de verba do FUNDEB pelo governo da prefeita Eliene Nunes.

De um lado, o bloco do “eu sozinho” do vereador Isaac Dias (PSB), que vem claramente protelando a votação do relatório apresentado pelo vereador Peninha (PMDB), relator da CPI; do outro lado estão os outros vereadores que hoje fazem oposição ao governo, que são o próprio Peninha, Nicodemos
Aguiar (SDD), Dirceu Biolchi (SDD), João Paulo Meister (PT), Orismar Gomes (PPS) e Iamax Prado, agora no PMDB, independente de estarem ou não na comissão.

Ontem aconteceu de tudo, na Câmara, incluindo algum desforço físico.

Como Isaac vem dificultando a colocação do relatório para votação pela Comissão Parlamentar de Inquérito, os demais vereadores que a compõem foram tomar satisfações com ele.

O clima esquentou além do previsto.

De acordo com a versão do vereador Isaac Dias, ele chegou a ser agredido. Ele disse que não está se recusando a colocar o relatório em votação. Apenas, quer que o documento seja adequado à ABNT. Para isso, disse que colocou à disposição do relator, corpo jurídico e servidores que poderiam ajudar na formatação do relatório, segundo o seu entendimento, pois conforme o edil, para ser enviado para o Ministério Público é preciso isso.