quinta-feira, agosto 13, 2015

Agenda de Renan desmontou o golpismo de Aécio

:

247 – O jornalista Ilimar Franco, principal colunista político do jornal O Globo, detalha hoje, no seu Panorama Político, o clima de baixo astral que tomou conta do PSDB, desde que o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Congresso Nacional, apresentou a chamada "Agenda Brasil", sinalizando que o Senado trabalhará, em conjunto com o Palácio do Planalto, pela governabilidade e pela melhoria das condições econômicas.
"Os tucanos continuam falando grosso, mas perderam a exuberância", diz ele, na nota "Oposição de crista baixa". Segundo ele, os tucanos estão "possessos" com a Agenda Brasil, que "os desarmou". Ilimar afirma que os tucanos não têm como dizer não à agenda, que interessa ao setor produtivo. Até porque, se o fizerem, ficarão marcados como um grupo político que coloca seus interesses pessoais acima dos interesses do País.
Ilimar também antecipou que a tentativa de golpe via TSE se inviabiliza com a aposentadoria do ministro João Otávio Noronha, indicado ao cargo pelo PSDB, no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Segundo o colunista, o governo já tem quatro dos nove votos do Tribunal de Contas da União, que julgará o caso das 'pedaladas fiscais'. No tocante ao TSE, que julgará a ação movida pelo PSDB sobre abuso de poder econômico, Noronha será substituído e o julgamento se arrastará "a perder de vista.
"Caiu a ficha", disse ao jornalista Ilimar Franco um parlamentar aecista. Ou seja: o golpe subiu no telhado. Dois dias atrás, reportagem do 247 apontou que o golpe foi isolado por movimentos simultâneos de Renan Calheiros, Geraldo Alckmin e da própria Globo .