domingo, julho 05, 2015

Parece que Jobson não tem mesmo jeito

Internautas lamentam a situação de Jobson (Foto: Site oficial do Botafogo)
O atacante Jobson foi detido na madrugada de quinta para sexta-feira em Conceição do Araguaia, sua cidade-natal, no sul do Pará, por dirigir embriagado e tentar resistir à prisão.O jogador ficou preso em uma delegacia da cidade até a tarde de sábado (4), quando pagou fiança e foi liberado.
Jobson despontou no Brasiliense-DF com grande destaque e chegou a ser apontado como uma grande promessa do futebol. Tanto que acabou contratado pelo Botafogo, em 2009, quando tinha 21 anos. A carreira do polêmico atacante, contudo, entrou em declínio por conta dos problemas extracampo.
O último caso havia acontecido em março deste ano. O jogador recusou-se fazer exame antidoping no Al-Ittihad. Por isso, acabou suspenso por quatro anos pelo Comitê Antidoping da Arábia Saudita. O Botafogo só aceitou utilizá-lo com o aval da Fifa.
Internautas do DOL lamentaram a situação do atleta.
"E muito triste ver esse rapaz de tanto talento para jogar futebol, mas perdendo a batalha contra as drogas"
"Um grande atleta que está jogando a carreira fora por causa dos inúmeros escândalos em que já foi envolvido. É uma pena".
"Simplesmente triste. Digno de pena. Jogou toda sua vida fora por conta de não pensar".
(DOL)
-------------------------------------
Meu comentário: É uma pena. Tinha tudo para ser mais uma daquelas histórias que renderia uma boa reportagem em programas tipo, Faustão, Ratinho, Gugu, Portioli e outros mais. Todavia, o que se vê é esse jogador abreviar o final de sua carreira de futebolista, perdendo sua guerra pessoal para as drogas.
De origem humilde, oriundo de Conceição de Araguaia, Jobson era a esperança da redenção econômica de sua família, além do orgulho que familiares, amigos, todo o município e o estado do Pará sentiriam dele, e tudo levava a crer que assim seria. Mas, infelizmente, as drogas tem sido um obstáculo difícil, muito difícil de ultrapassar.
Em vez de condenar esse jovem, o sentimento que toma conta da gente é pena, aliada à impotência de saber que não há muito que se possa fazer em seu favor, sem que ele dê o primeiro passo no sentido de sair desse mundo de ilusão.

Jota Parente