domingo, julho 26, 2015

O projeto era muito maior

O projeto inicial era para o Auto Posto Leal LOGS ser uma base de apoio muito maior, mas, uma cidade chamada Novo Progresso apareceu no meio do caminho e reduziu o tamanho do empreendimento.

Gigantes do transporte rodoviário do Brasil, como a Martelli, que tem mais de 900 carretas, Batista, Comando Diesel e Transoeste, entre outras, decidiram montar estruturas próprias na cidade de Novo Progresso.

Cada uma delas optou por montar sua própria base apoio, o que representa fuga de investimentos que poderiam ocorrer em Miritituba, pois algumas dezenas de empregos deixarão de ser gerados.

Essas bases de apoio terão alojamentos, oficina mecânica, bombas para abastecimento das carretas, oficina e borracharia.

Para se  ter uma ideia da importância disso, a Scania, fabricante de carretas que fazem parte de grande parte dessas frotas, decidiu montar uma loja grande em Novo Progresso, com todo o apoio necessário, com a finalidade de atender esse pessoal. São mais empregos sendo gerados naquela cidade.

Por causa disso, em vez dos 50 empregos que geraria inicialmente, a LOGS vai começar com 20 funcionários, pois muitos dos investimentos previstos foram retirados do projeto porque foram inviabilizados pela decisão das transportadoras de montar base em Novo Progresso.


Gilberto Leal disse ao blog, que a projeção inicial era para a venda mensal de cerca de três milhões de litros de Diesel. No cenário atual, esse número despencou para mais ou menos 500 mil litros.