terça-feira, janeiro 16, 2018

Justiça suspende licenças para obra de residencial que assoreou o Lago Juá, em Santarém

Imagem de satélite do Lago do Juá, via Google EarthAtendendo a pedido do Ministério Público Federal (MPF) e do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), a Justiça Federal ordenou hoje a suspensão do empreendimento imobiliário Residencial Cidade Jardim, em Santarém, que causou danos ao Lago do Juá, ao lado do rio Tapajós. A Sisa – Salvação Empreendimentos Imobiliários, responsável pelo loteamento, é acusada de danos ambientais e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), de conceder licenças irregulares. 

O juiz federal da 2a Vara de Santarém, Érico Rodrigo Freitas Pinheiro, determinou a suspensão das licenças prévia e de instalação concedidas pela Semma e também determina que a empresa não poderá realizar qualquer nova intervenção na área. O juiz deu prazo de 20 dias para que a empresa apresente à Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará (Semas) um plano prevendo a adoção de medidas de contenção, elaborado por profissionais devidamente habilitados, a fim de evitar que o Lago do Juá venha a ser assoreado por resíduos oriundos da área do Cidade Jardim. 

A Justiça Federal impediu provisoriamente a Semas de emitir qualquer licença ambiental ao empreendimento antes de apresentação e avaliação técnica positiva de Estudo de Impacto Ambiental e respectivo Relatório de Impacto Ambiental; seja feita consulta livre, prévia e informada com os pescadores artesanais afetados, e sejam adotadas providências para reduzir e prevenir danos ambientais decorrentes de intervenções já feitas na área.

A Justiça acatou a tese do MPF e do MPPA e entendeu que a empresa responsável pelo loteamento se utilizava de um “estratagema” para fugir das exigências legais de apresentar estudos de impacto e realizar consulta prévia aos atingidos. Há evidências de que a empresa é dona de uma área de 1.370 hectares, mas apresentou pedidos de licença para vários empreendimentos de 99 hectares, abaixo do limite em que são feitas exigências ambientais mais rigorosas. Para a Justiça, os procedimentos indicam que houve “dispensa indevida do estudo de impacto”.


A ação iniciada pelo MPF e MPPA foi assinada pelos procuradores da República Camões Boaventura, Luisa Sangoi e Paulo de Tarso  Oliveira; pelo MPPA, os promotores de justiça Ione Missae Nakamura e Tulio Chaves Novaes, além de Rodrigo Magalhães de Oliveira, assessor do MPF, Ramon da Silva Santos, assessor da promotoria Agrária e os estagiários de Direito Thaison Brasil e Sandra Lorrany Carvalho e aponta danos ao lago e aos pescadores tradicionais.

“Não tem mais um lago, hoje a gente tem só um lamaçal”, afirmou um dos pescadores entrevistados na visita técnica realizada pelo MPF no dia 7 de dezembro deste ano. O resultado está no Relatório de diligências para investigar os impactos socioambientais sobre a sub-bacia hidrográfica do lago do Juá, e aos pescadores que tradicionalmente usam o local. Com isso, o MPF demonstra a necessidade de realização de consulta prévia, livre e informada aos pescadores artesanais impactados, nos termos da Convenção nº. 169 da Organização Internacional do Trabalho.

Prefeitura de Santarém abre seleção para mais de 3 mil vagas temporárias

A Prefeitura de Santarém  divulgou na manhã desta segunda-feira (5) o edital do Processo Seletivo Simplifcado que oferece, ao todo, 3.212 vagas temporárias para professores e pedagogos ligados a Secretaria Municipal de Educação (Semed). O edital, aguardado por muitos com grande expectativa, oferta 800 vagas imediatas e 2.412 de reserva.

As inscrições são realizadas, exclusivamente, pela internet. Os interessados devem ficar atentos porque o link para as inscrições estará disponível no site da prefeitura no período de 16 a 19 de janeiro de 2018.

Entre os cargos oferecidos, destacam-se: Pedagogo, professores de Educação Infantil, Professor de Educação Especial, Professores de 1º ao 5º ano e Professores de 6º ao 9º ano habilitados nas disciplinas de Língua Portuguesa, Ciências, Língua Inglesa, Ensino da Arte, Matemática, História, Geografia, Estudos Amazônicos, Ensino Religioso e Educação Física.

O processo seletivo será composto pelas seguintes etapas: inscrição, classificação, chamada e contratação dos professores e pedagogos, conforme cronograma.

Segundo o edital, a remuneração será observada dentro do que garante a Lei do Piso Nacional do Magistério nº 11.738/08. (DOL)

segunda-feira, janeiro 15, 2018

Comerciários Terão Serviço Dentário pelo SESC a R$ 5,00

Resultado de imagem para fotos de logo do SESC nacional            Técnicos do SESC (Serviço Social do Comércio) estão em Itaituba fazendo o cadastramento de comerciários para que eles passem a ter alguns benefícios que são oferecidos aos afiliados.
            Só podem se cadastrar comerciários que trabalham com carteira assinada.
            O primeiro serviço a ser disponibilizado será atendimento odontológico a custo baixíssimo. Apenas R$ 5,00.
            Segundo informou Fabrício Schuber, presidente da ASEII ao blog, se o comerciário que estiver cadastrado precisar de uma consulta com o profissional de odontologia que for atender, pagará somente R$ 5,00; caso seja necessário fazer algum procedimento, o valor cobrado será R$ 5,00; se precisar de um medicamento, o custo será R$ 5,00. Tudo subsidiário pelo SESC.
            O benefício alcança os filhos e os pais do beneficiário.
            Duas salas começaram a ser adaptadas no prédio da Associação Empreendimento e Industrial de Itaituba (ASEII) para a montagem do consultório odontológico.
            Dentro de dois, ou no máximo três meses, está prevista a entrada em funcionamento do serviço odontológico.
            Os técnicos do SESC também estão cadastrando para a expedição de carteirinhas para os comerciários, o que lhes permitirá ter acesso aos serviços em todo o país.

            Só lembrando: só serão beneficiados os comerciários que tem carteira assinada.

Justiça condena Vale por assoreamento de rio no Pará

Imagem inline 1A Justiça Federal condenou a mineradora Vale a reparar os danos ambientais relativos ao assoreamento de rios e igarapés e ao enfraquecimento do solo de área impactada por operações da empresa no território quilombola de Jambuaçu, em Moju, no nordeste do Pará.

Pelo território passam uma linha de transmissão de energia e minerotudo da Vale que transporta bauxita da mina Miltônia 3, em Paragominas, no sudeste paraense, até a refinaria da Alunorte em Barcarena, município vizinho a Belém.
A decisão, do juiz federal Arthur Pinheiro Chaves, que atua em Belém, foi encaminhada para conhecimento do Ministério Público Federal (MPF), autor na ação, nesta segunda-feira (15).

Na área considerada pela Justiça como diretamente impactada e onde os danos devem ser reparados vivem 58 famílias, em sete comunidades (Centro Ouro, Nossa Senhora das Graças, São Bernardino, Bom Jesus, Santa Luzia do Tracuateua, Santa Maria do Tracuateua e São Sebastião).

“(…) não há dúvidas de que o laudo pericial apontou, como principais problemas ambientais decorrentes do empreendimento, as questões relativas ao assoreamento dos rios e igarapés, bem como o enfraquecimento do solo nas áreas de servidão, decorrentes da necessidade de constante limpeza”, aponta o juiz federal na sentença.

A empresa também foi condenada a colocar em prática projeto de geração de renda para as famílias atingidas.

Até que a iniciativa esteja implementada, a mineradora terá que manter o pagamento de compensação financeira no valor de dois salários-mínimos mensais às famílias atingidas que participarem do processo de implementação do projeto.

Demais impactados – Segundo argumento defendido pelo MPF no processo, todas as 15 comunidades do território quilombola foram impactadas, e não somente as sete indicadas na sentença.

“Por isso, o MPF deve recorrer para incluir todas as 788 famílias do território, incluindo as comunidades de Santo Cristo, Nossa Senhora da Conceição, Santa Maria do Mirindeua, Santana Axé do Baixo Jambuaçu, São Manoel, Jacunday, Ribeira e Poacê (Vila Nova)”, informa o procurador da República Felipe de Moura Palha e Silva, da área do MPF especializada na defesa dos direitos de populações indígenas e comunidades tradicionais.

De acordo com levantamento da Comissão Pastoral da Terra (CPT) citado pelo MPF no processo judicial, a instalação dos minerodutos e da linha de transmissão representou a perda de 20% do território quilombola.
O MPF também apresentou na ação estudo da pesquisadora Rosa Elizabeth Acevedo Marin, da Universidade Federal do Pará (UFPA), que destaca a perda de navegabilidade do rio Jambuaçu e seus afluentes, com a extinção da pesca nesses cursos d'água.

“O balanço feito pelas comunidades é que houve uma diversidade de perdas materiais e imateriais. Houve perdas de árvores castanheiras, açaizeiros, pupunheiras, abacateiros, ingazeiros – com derrubada da mata para as obras de infraestrutura”, ressaltou a pesquisadora.

Ministério Público Federal no Pará
Assessoria de Comunicação


Publicação de editais








Nossa Rádio Comunitária Completa 15 Anos

Resultado de imagem para fotos de jota parente, itaitubaJota Parente - Hoje, a Rádio Alternativa FM completa 15 anos de atividades ininterruptas no município de Itaituba, levando a boa informação, música de boa qualidade e mensagens espirituais.
A Alternativa é uma rádio comunitária, motivo pelo qual sua potência é limitada, sem que possa ser aumentada como uma rádio comercial.
            Sendo uma rádio comunitária, a emissora tem direção, mas, não tem dono nos padrões que se compreende o proprietário convencional de uma empresa.
            Seu compromisso primordial é prestar serviços para a comunidade, devendo primar por ser sua voz de forma plural, permitindo a livre manifestação das ideias dos diversos segmentos da sociedade.
            Apesar de ser uma rádio comunitária, nem toda a comunidade compreende isso, deixando de participar de forma mais ativa de sua vida e na sua manutenção. Para muita gente, o termo Comunitária significa apenas o nome da emissora. Mas, vai bem além disso.
            Coordenada há muitos anos por Antônio Santana, nossa rádio tem programas ecléticos em sua grade de programação, o que contempla ouvintes de diversos gostos.
            Desde 2012, quando me foi concedida a oportunidade de fazer parte de sua equipe, tenho a satisfação de conversar com os ouvintes, todos os sábados, de 10:00 ao meio-dia, no programa O Assunto é Este.
            Senti-me sempre à vontade para abordar qualquer assunto, desde o primeiro programa, sem nenhum patrulhamento de ordem religiosa, política ou de qualquer outra ordem. Esse é o ponto central do modo como funciona a rádio comunitária legalizada de Itaituba.
            A Rádio Comunitária Alternativa cumpre muito bem a sua vocação de dar voz a quem tem dificuldade para se fazer ouvir, porque os poderes político e econômico procuram silenciar quem ouse dizer qualquer coisa que vá de encontro aos seus interesses.
            Na 104,9 não se aplica censura a nenhum conteúdo dos programas que vão ao ar, pois todos tem consciência das suas responsabilidades, conquanto, embora haja liberdade de expressão, como preceitua a Constituição do Brasil, é preciso não perder o limite do exercício responsável da liberdade de se expressar.
            O Serviço de Radiodifusão Comunitária foi criado pela Lei 9.612, de 1998, regulamentada pelo Decreto 2.615 do mesmo ano. Trata-se de radiodifusão sonora, em frequência modulada (FM), de baixa potência (25 Watts) e cobertura restrita a um raio de 1km a partir da antena transmissora. Podem explorar esse serviço somente associações e fundações comunitárias sem fins lucrativos, com sede na localidade da prestação do serviço. As estações de rádio comunitárias devem ter uma programação pluralista, sem qualquer tipo de censura, e devem ser abertas à expressão de todos os habitantes da região atendida.
            Ainda que a Constituição de 1988 garanta a liberdade e o direito de expressão, as rádios comunitárias sofrem, constantemente, pressões da ANATEL e da Polícia Federal, que deixam de levar em conta a democratização da informação garantida por lei. Buscam, a todo custo, silencia-las e impedir suas transmissões.
            A programação diária de uma rádio comunitária deve conter informação, lazer, manifestações culturais, artísticas, folclóricas e tudo aquilo que possa contribuir para o desenvolvimento da comunidade, sem discriminação de raça, religião, sexo, convicções político-partidárias e condições sociais. Deve respeitar sempre os valores éticos e sociais da pessoa e da família e dar oportunidade à manifestação das diferentes opiniões sobre o mesmo assunto.
            A Rádio Alternativa, pelo fato de observar todas as exigências legais, vem tendo uma vida pautada pela normalidade de suas atividades, tendo se adequado sempre que necessários aos ditames da lei. Por isso, a nossa rádio comunitária não vive percalços vivenciados por muitas emissoras, comerciais ou comunitárias, que sofrem ameaças quanto a continuidade das suas transmissões. Sobram motivos para termos orgulho da Alternativa FM.

            Parabéns Alternativa!

Pantera começa bem, dá susto, mas, vence no final

Diante de um público de mais de 2.700 torcedores, o São Raimundo fez um primeiro tempo quase irrepreensível em sua estreia no Parazão 2018, ontem, chegando a abrir 3x0 sobre o Cametá, no Barbalhão, mas, no final deu um susto na torcida alvinegra.
Jefferson Monte Alegre, Léo e Luiz Carlos "Imperador" fizeram a alegria da galera do Pantera, mas, se o ataque fez a sua parte, o sistema defensivo mostrou problemas preocupantes.
Quando tudo se encaminhava para um final de primeira etapa com princípio de goleada, um descuido da zaga resultado numa penalidade máxima que Rael converteu, encerrando a primeira fase com o placar de 3x1 para o Pantera.
O time santareno não voltou bem no segundo tempo, e embora tenha criado algumas boas oportunidades não convertidas, foi muito pressionado, tendo sofrido o segundo gol assinalado por João Manuel.
A pressão continuou até o último minuto, e a vitória apertada por 3x2 foi comemorada.
O técnico alvinegro vai precisar trabalhar muito a marcação da equipe, que terminou deixando a torcida com a pulga atrás da orelha quanto ao que poderá acontecer nos próximos jogos.
O são Raimundo vai fazer uma longa viagem até Bragança, onde enfrentará o Bragantino, que foi derrotado, ontem, no Mangueirão, pelo Clube do Remo, pelo placar de 3x0. Na rodada seguinte, ainda fora de casa, o pantera vai encarar o Papão.
O Paysandu vai estrear quarta, 17/01, contra o Parauapebas, completando a primeira rodada.

Joelma dá algumas patadas em Sílvio, e leva ralho por não saber o nome do presidente


Joelma dá patadas em Silvio Santos após provocações. Veja o vídeo!  (Foto: Divulgação)Ao participar do Programa Sílvio Santos, a cantora paraense Joelma deu algumas patadas no apresentador quando perguntada porque havia sido mandada embora da Banda Calypso.

Em tom nada amistoso, ela retrucou, dizendo que não foi mandada embora coisa nenhuma.

Mas, Joelma, na hora das perguntas, levou um pito de Sílvio, na base do sem querer querendo.

Numa das perguntas na qual ela poderia pontuar, não acertou o nome do presidente da República, enrolando-se até dizer que era Temer, sem conseguir lembrar-se do primeiro nome, Michel.

Mesmo em tom de brincadeira, ela levou um pito de Sílvio Santos, que disse: onde já viu, não saber o nome do presidente da República!

Eleições 2018: Bolsonaro provoca crise em seu novo partido

Bolsonaro
Integrantes do ‘Livres’ deixam PSL; deputados que se preparavam para entrar na legenda mudam os planos

SÃO PAULO — “Quem vier para não apoiar o Bolsonaro, é preferível que não venha”. A frase do deputado federal Luciano Bivar, presidente do PSL, sigla que deve abrigar, a partir de março, o presidenciável Jair Bolsonaro, hoje no PSC, engana. Na verdade, mais gente pediu para sair do que para entrar no partido. 

No último dia 5, após o anúncio da filiação, o Livres, corrente de viés liberal da legenda, anunciou uma saída em bloco de filiados, acusando o pré-candidato de ser um “falso liberal”. Dentro da própria família Bivar, a decisão causou um racha: Sérgio, um dos fundadores do Livres, optou pelo grupo dissidente ao invés do projeto liderado pelo próprio pai. Por fim, a movimentação de Bolsonaro também cancelou a estratégia do PSL de ganhar seis deputados federais. 

— O Livres é um movimento criado por mim. Saíram meia dúzia de rapazes que cabem numa Kombi. Nós precisávamos de alguém que carregasse nossas bandeiras — disse, em tom de galhofa, usual nos discursos do mais novo aliado.

Presidente interino do Livres, Paulo Gontijo discorda. Segundo ele, o grupo chegou a assumir 12 diretórios estaduais e iniciou os processos de expulsão do deputado federal Alfredo Kaefer, do Paraná, que se absteve na votação da cassação de Eduardo Cunha, e do deputado estadual carioca Márcio Canella, que votou pela soltura de Jorge Picciani.

sábado, janeiro 13, 2018

Doutor Weverton no CNPQ

Resultado de imagem para fotos de weverton cordeiroO professor Itaitubense, Weverton Cordeiro, acaba de entrar para o seleto grupo de pesquisadores do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. 

Weverton vai desenvolver pesquisas na área de Big Data e Inteligência Artificial. 

Os pesquisadores bolsistas do CNPq estão os mais prestigiados do mundo.

Pós-doutor, com apenas 33 anos de idade, Weverton tem-se destacado com uma precocidade impressionante.

Orgulho para os pais Weliton Cordeiro e Margarete; orgulho para Itaituba.

'Donald Trump é da Paraíba', responde jovem em quiz no 'Programa do Ratinho'

Quem iria imaginar que uma gafe cometida na última terça-feira (9) estaria bombando nas redes sociais até agora. Quem assistiu ao icônico “Programa do Ratinho” deve ter presenciado o feito “ao vivasso” de uma jovem durante o jogo de perguntas e respostas realizadas pelo apresentador.

Na ocasião, Ratinho, que recentemente se defendeu após uma polêmica envolvendo a comunidade homossexual, tinha perguntado: “Donald Trump é presidente de qual país?” E o tic tac do relógio deu início. A pressão foi tanta que a jovem disparou: “China… Paraíba… Coreia?”, enquanto o auditório gritava a resposta em uníssono: “Estados Unidos! Estados Unidos!”


O quadro funciona da seguinte forma: as pessoas são convidadas para responderem a perguntas de conhecimentos gerais. Enquanto isso, enche-se um balão de ar.

Quadrilha de assaltantes de banco é presa em Capitão Poço. PM era um dos membros

  Uma quadrilha de assaltantes de banco foi presa na cidade de Capitão Poço, no interior do Estado, na tarde desta sexta-feira (12). Foram efetuadas as prisões de oito membros do bando, incluindo a de policial militar. A operação organizada pela Polícia Civil do Pará, em parceria com a Polícia Civil do Maranhão, também apurava o roubo de uma agência bancária em Zé Doca. 

No Pará, o roubo a agência do Banpará, ocorreu em Capitão Poço no mês de outubro do ano passado, quando as investigações foram iniciadas pela equipe de policiais civis da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos (DRRB), vinculada à DRCO (Divisão de Repressão ao Crime Organizado), da Polícia Civil do Pará. 

O delegado Fausto Bulcão, que comandou os trabalhos de investigação, explica que hoje foram cumpridos mandados de prisão temporária expedidos pela justiça depois que a equipe conseguiu reunir provas e indícios contundentes da participação de todos os suspeitos de integrar a associação criminosa. "Fomos para cumprir seis mandados de prisão, mas houve mais duas prisões em flagrante quando localizamos as armas da quadrilha e drogas", explica.

As seis pessoas com mandados de prisão decretados foram encaminhadas para Belém hoje à tarde. Entre eles está um policial militar que trabalhava na cidade onde ocorreu o roubo à agência. "As investigações revelam que ele tinha relação com o bando. Ele já era um suspeito. Mas a certeza de sua participação ocorreu durante o roubo ao banco de Zé Doca (que ocorreu essa semana na madrugada de quarta-feira para quinta-feira), pois ele deixou cair ou esqueceu o carregador de sua arma dentro de um dos carros abandonados", explica o delegado. 

Ao analisar a numeração do carregador da arma a polícia descobriu que era patrimônio público e estava sob a tutela do PM suspeito de integrar o bando. 

Os acusados presos são Tcharles Romão de Souza, Jean Eder Coelho da Costa, Rodrigo Medeiros Alves, Wellington Bezerra Pereira, Gabriel Souza da Silva e o homem considerado o líder do bando: Ednizio Santos da Cruz. Além de Phellipe Carvalho Coimbra, policial militar do estado do Pará, que não foi apresentado durante a entrevista coletiva à imprensa na tarde de hoje.

O delegado Arthur Braga explica que Ednizio, conhecido como "Sorriso", é um homem temido na cidade. Além do envolvimento no roubo ao banco ele também é chefe do trafico de drogas.  "Ele é a liderança da seara criminal. A prisão dele trouxe alivio para a população", explica. 

O Delegado-Geral Rilmar Firmino explica que o modo de atuação do bando levou a polícia a estabelecer a parceria com a polícia Civil do Maranhão. Assim como o roubo feito em Capitão Poço, na modalidade vapor, em que o quartel da cidade é o primeiro a ser tomado, enquanto a outra parte do bando invadia a agência bancária, em Zé Doca - cidade do interior do Maranhão - também foi invadida da mesma maneira. Além disso, o modo de explosão do cofre foi idêntico. Nos dois casos apenas a porta foi danificada e o restante das agências permaneceu intacto. Semelhanças que levaram a crer que se tratava da mesma quadrilha. 

Em Zé Doca o roubo ocorreu no último dia 4 de janeiro. O alvo foi o Banco do Brasil. Ao todo dez homens armados invadiram a cidade. Segundo a Polícia Civil, as prisões não põem fim nas investigações que têm o objetivo de prender os demais membros do bando. 

O Liberal

sexta-feira, janeiro 12, 2018

PCC financia igrejas e pode influencia nas eleições de outubro, diz ex-desembargador

Casas na periferia de São PauloHá décadas estudando a ação de organizações criminosas, o desembargador aposentado Wálter Maierovitch diz que o fortalecimento da maior facção brasileira, o Primeiro Comando da Capital (PCC), e o acirramento de conflitos entre gangues nos Estados podem impactar as eleições deste ano.

BBC Brasil - Em entrevista à BBC Brasil, Maierovitch diz que o PCC ainda não alcançou o peso econômico de antigos grupos mafiosos italianos ou de cartéis colombianos e marroquinos. Mas diz que a facção paulista vem expandido sua atuação e tem força suficiente para influenciar a votação em outubro.

Segundo o desembargador, há relatos de que o PCC patrocina eventos de igrejas na periferia de São Paulo. Afirma ainda que facções criminosas têm interesse em se infiltrar no poder político para costurar acordos que reduzam a repressão policial em certas áreas. Segundo ele, um acordo desse tipo já vigora na periferia de São Paulo.

"A polícia não vai à periferia, onde o PCC atua livre, leve e solto. Há uma lei do silêncio na periferia de São Paulo."

Wálter Maierovitch
Ex-desembargador Wálter Maierovitch
Em nota à BBC Brasil, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo contestou as declarações; leia o posicionamento da pasta ao fim da entrevista.

A preocupação de que facções influenciem o resultado da eleição deste ano já foi ecoada pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, e pelo ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, Sérgio Etchegoyen. Ambos têm dito que o fim da possibilidade de que empresas façam doações eleitorais abrem espaço para que o crime organizado financie candidatos por fora.

Ex-professor de Direito Penal da Universidade Mackenzie (SP), Maierovitch se aposentou como desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo em 1998 para assumir a então Secretaria Nacional de Políticas Antidrogas, no governo FHC.

Em 1993, fundou o Instituto Brasileiro Giovanni Falcone de Ciências Criminais. O órgão foi batizado em homenagem ao principal juiz da Operação Mãos Limpas, que combateu a rede de corrupção entre grupos mafiosos e políticos italianos nos anos 1990. Ele foi morto em 1992 a mando da Cosa Nostra, a máfia siciliana, ao viajar por uma estrada forrada com dinamite.
Cidadão brasileiro e italiano, Maierovitch será candidato a deputado na próxima eleição para o Parlamento italiano, em março.

BBC Brasil - Em 2014, o senhor disse que o PCC estava em um estágio pré-máfia. A situação mudou?

Wálter Maierovitch - A situação piorou com relação à segurança pública. Naquela época, falei em pré-máfia porque o PCC e as outras organizações a que se aliou têm o controle de territórios, principalmente na periferia de São Paulo, e têm o controle social dos presos nos presídios. Basta atentar para as rebeliões, quando os presos são usados como massa de manobra.

São dois dados de identificação de organizações criminosas de matriz mafiosa. O que faltava ao PCC - e ainda falta - é a transnacionalidade.
A situação piorou porque o PCC passou a atuar transfronteiriçamente - nas fronteiras e do lado de lá das fronteiras no Paraguai e na Bolívia. Então aumentou sua musculatura.

Educação em estado de greve em Santarém

Conforme informou o jornalista Marcos Santos, do site Quarto Poder, desde ontem os trabalhadores da educação em Santarém estão em estado de greve.

O motivo, segundo a informação, é a demora para o pagamento dos salários relativos ao mês de dezembro passado que ainda não foi pago.

Ontem os sindicato que representa a classe reuniu em assembleia geral, quando tomou a decisão.

Problema para o prefeito Nélio Aguiar  resolver.

Por aqui, o SINTEPP afia prepara-se para a campanha salarial que promete ser acirrada este ano.

Esquecer as coisas não significa que a pessoa sofre de Alzheimer

*A N O S O G N O S I A*...

Que alívio ter conhecimento disto! Há tempos eu andava preocupado porque:

1.Não me recordava dos nomes próprios;

2.Não me recordava onde deixava algumas coisas;

3.Quando estou conversando e tenho o pensamento interrompido, tenho dificuldades de continuar com a conversa no ponto em que a tinha deixado;

Enfim, pensava que tinha um inimigo dentro da minha cabeça, cujo nome começa por Alzheimer.

Hoje li um artigo que me deixou bem mais tranquilo, por isso, transcrevo a parte mais interessante:

"Se tu tens consciência dos teus problemas de memória, então é porque ainda não tens problemas"

Existe um termo médico que se chama ANOSOGNOSIA, que é a situação em que tu não te recordas temporariamente de alguma coisa. Metade dos maiores de 50 anos, apresentam algumas falhas deste tipo, mas é mais um fato relacionado com a idade do que com a doença propriamente dita.

Queixar-se de falhas de memória é uma situação muito comum em pessoas com 50 ou mais anos de idade.

Se traduz por não recordar um nome próprio, entrar num cômodo da casa e esquecer-se do que ia fazer lá ou buscar, esquecer o título de um filme, ator, canção, não se lembrar onde deixou os óculos, etc.

Muitas pessoas preocupam-se, muitas vezes em excesso, por este tipo de esquecimento. Daí, uma informação importante:

"Quem tem consciência de ter este tipo de esquecimento, não tem problema sério de memória. Todos que padecem de doença de memória, com o inevitável fantasma do Alzeimer, são aqueles que NÃO tem consciência do que efetivamente se passa.

O professor Bruno Dubois, do Institut de la Mémoire et de la Maladie d’Alzheimer, do Hôpitaux Universitaires Pitié-Salpêtrière, em Paris, encontrou uma engraçada, mas didática explicação, válida para a maioria dos casos de pessoas que estão preocupadas com os seus esquecimentos:

  "Quanto mais se queixam dos seus problemas de memória, menos possibilidades têm de sofrer de uma doença de memória".

Este documento é dedicado a todos os esquecidos que me recordo.
Se esquecerem de repassar, não se preocupem porque não será Alzeimer... são os muitos anos que pesam dentro das suas cabeças.

Se não esquecer repasse.....

ANTT vem a Itaituba para reuniões com a Ferrogrão, dia 18

Resultado de imagem para Fotos da ferrogrãoEstá agenda para o dia 18 de janeiro, uma visita de diretores da Agência Nacional de Transportes Terrestres - ANTT, à cidade de Itaituba. 

Aqui, eles terão algumas reuniões para tratar da construção da estrada de ferro que vai sair de Sinop e chegará a Miritituba para transportar grãos de Mato Grosso.

Essas reuniões serão realizadas em separado com alguns segmentos, como indígenas, vereadores e provavelmente, setores da sociedade civil.

Não haverá audiência pública, como ainda havia esperança, mas, apenas, encontros em separado nos quais a ANTT ouvirá os posicionamentos locais sobre essa obras.

Igrejas católicas no Chile sofrem ataques antes de visita do papa

G1Três igrejas em Santiago foram atacadas durante a madrugada desta sexta-feira (12). Bombas caseiras causaram pequenos danos nas igrejas, e os responsáveis pelos ataques também deixaram bilhetes ameaçando o papa Francisco, apenas três dias antes da visita do pontífice ao Chile na próxima semana, informou a polícia.

Os vândalos, cujas identidades ainda são desconhecidas, atearam fogo a pelo menos uma das igrejas na capital chilena e jogaram panfletos na rua antes de fugirem. De acordo com a agência EFE, uma quarta tentativa de ataque foi fustrada pela polícia.
Um dos panfletos diz: "Papa Francisco, a próxima bomba será dentro da sua batina", informaram autoridades.

"As pessoas têm o direito de protestar, mas é uma coisa totalmente diferente usar violência", disse o ministro do Interior do Chile, Mahmud Aleuy, a repórteres, na manhã desta sexta, após verificar os danos causados nas igrejas.

Aleuy foi aos locais atacados e disse que abrirá processos contra todos os responsáveis. Ele informou que as ações são parecidas, mas não necessariamente estão relacionadas. Segundo o político, depois dos atos de hoje, será preciso reforçar a segurança no trajeto que o pontífice fará e nas regiões a serem visitadas.

Francisco, que nasceu na Argentina e é o primeiro papa latino-americano, chega ao Chile na segunda-feira (15). Uma missa marcada para terça-feira (16) em um parque de Santiago deve atrair mais de 500 mil pessoas. Também estão na agenda do papa visitas às cidades de Temuco e Iquique.

São esperados protestos sobre questões que vão de direitos indígenas ao contínuo escândalo de abuso sexual na Igreja.

Pai encontra fotos de criança nua em celular do filho e o entrega à polícia

Pai encontra fotos de criança nua em celular do filho e o entrega à polícia (Foto: ) Ao encontrar imagens de uma menina de 2 anos nua no celular do filho, o americano Paul Spensberger decidiu procurar a polícia do condado de St.Charles, no estado do Missouri. Preso, o adolescente de 17 anos poderia ser libertado sob fiança de US$ 10 mil (cerca de R$ 32 mil), mas, segundo a imprensa local, o pai se recusou a pagar o valor porque queria dar uma lição em seu filho.

Andrew Spensberger permanece na prisão e está sendo investigado por pornografia infantil. Uma audiência sobre o caso está marcada às 9h na próxima terça-feira, de acordo com a emissora "Fox News".

Segundo investigadores, a criança nas imagens encontradas é parente da namorada de Andrew. Relatórios da polícia indicam que o adolescente planejava vendê-las por US$ 330 (pouco mais de R$ 1 mil) para um colega de classe suspeito de pedofilia. As fotos teriam sido feitas na casa de Andrew, na cidade O'Fallon, de acordo com a polícia. O adolescente admitiu que tirou as fotos enquanto ela dormia no chão do quarto dele.

Depois de Paul descobrir que o filho estava com fotos da criança nua, ele confiscou o aparelho e entregou o adolescente à polícia, no último 30 de dezembro.

Com informações do Jornal Extra.

Mãe vendia filho de nove anos para rede de pedofilia

Mãe vendia filho de nove anos para rede de pedofilia (Foto: Agência Brasil)Uma mãe foi presa por disponibilizar o próprio filho de nove anos para ser abusado por uma rede internacional de pedofilia. Segundo os policiais que investigavam o caso, a própria mulher e o companheiro dela abusavam sexualmente do menino, além de ofertar a criança para outras pessoas em troca de dinheiro.

O caso foi descoberto na Alemanha, após uma investigação iniciada em setembro do ano passado, quando a polícia local recebeu uma denúncia anônima sobre os crimes. Segundo o apurado, os abusos contra a criança ocorreram entre 2015 e o terceiro trimestre de 2017.

Além da mulher e do companheiro dela, outras seis pessoas foram presas. Entre elas, um homem de 43 que foi detido enquanto se dirigia à casa da criança, para cometer os abusos. Com ele, foram apreendidos utensílios para a imobilização do menino. Ele ainda confessou que fantasiava assassinar a criança durante o contexto do abuso.

A polícia ainda descobriu em meio ao esquema de pedofilia algumas filmagens de uma menina sendo abusada sexualmente pelo próprio pai, que também foi preso. Além deles, outros suspeitos foram detidos na Espanha, Áustria e França.

O menino de nove anos foi liberado e colocado sob a custódia do Estado.

(Com informações do DW)

Trabalhos de ampliação da sinalização das ruas de Itaituba vão começar semana que vem

Resultado de imagem para Fotos de sinas de trânsitoDe acordo com informações publicadas pelo vereador Diego Mota em sua página de Facebook, está marcado para semana que vem o início dos trabalhos de sinalização das ruas de Itaituba.

Antônio Bandeira, proprietário da empresa vencedora da licitação para realizar o trabalho, chegou de Belém e esteve reunido na manhã de hoje com o diretor local do Detran, Zedequias Melo, diretor do DETRAN, reunião que contou, também, com a presença do vereador.

Serão implantados mais 6 semáforos, 1300 placas indicativas e sinalização horizontal e vertical em mais de 70 vias.

É uma boa notícia neste começo de ano de esperança de na diminuição, tanto do número de acidentes, quanto do número de mortes no trânsito.


Ano passado foram registradas 40 mortes no trânsito, uma média de uma morte a cada 9,125 dias. Até hoje, 12 de janeiro, apenas um óbito foi registrado.

quinta-feira, janeiro 11, 2018

A crise da Itacimpasa, resultado da má gestão

Quando se estabeleceu aqui em Itaituba no início da década de oitenta, a fábrica de cimento da Caima, hoje Itacimpasa, era vista como um marco na economia do município, pois o projeto era de uma indústria moderna e com capacidade de produzir mais de um milhão de sacos de cimento ao mês, o que teoricamente deveria aumentar a arrecadação de receitas do município e gerar empregos para a população, mas, ao logo dos anos vieram as decepções com esse empreendimento.

Construída com incentivos fiscais da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia, a SUDAM, a fábrica passou um longo tempo com suas obras paradas, e enquanto isso o calcário extraído aqui em Itaituba era levado de balsa para ser industrializado noutra fábrica do grupo, em Manaus, gerando riquezas bem longe daqui.

Quando finalmente a fábrica estava pronta para entrar em funcionamento, veio a jogada política que deu a famosa renúncia fiscal a todos os tributos, taxas e alvarás que deveriam ser cobrados pelo município.

O período dessa renúncia fiscal começou em novembro de 2000 e tem validade de vinte cinco anos. Esses benefícios ainda foram estendidos a todas as empresas prestadoras de serviços para a CAIMA, e como compensação a essas benesses, o preço do cimento fabricado e vendido no mercado local passou a ser o mais caro da região.

Por causa disso a fábrica de cimento Itacimpasa passou a ser vista pela população como uma empresa que só quer se beneficiar do bem mineral do município, sem oferecer as contrapartidas sociais que se esperava da empresa.

Essa conflituosa relação de interesses chegou ao auge com os constantes atrasos de pagamentos dos funcionários e fornecedores da fábrica, o que acabou culminando com a paralisação de sua atividade produtiva. E com a fábrica parada, estado e município deixam de arrecadar impostos, e centenas de trabalhadores passaram a viver a incerteza de retornar ou não aos seus empregos.

Nesse ritmo de decadência administrativa em que a Itacimpasa se encontra, o calcário extraído em Itaituba pode voltar a ser industrializado em Manaus, e o município pode passar da condição de produtor de cimento, para importador desse produto.


Jornalista Weliton Lima – comentário do Focalizando de hoje, 11/01/2018

Melhorar o setor de Emergência do HMI é urgente

Por mais que o governo municipal transfira para o setor de saúde mais recurso do que determina a legislação, e mesmo com todo esforço desprendido pela administração do Hospital Municipal e pelo secretário de saúde, isso nâo tem sido suficiente para tornar mais humanizado o atendimento desse setor.

Começa pelas instalações físicas que são pequenas e desconfortáveis. É por lá que tem que começar.

Não depende somente de vontade política do governo local. Depende de recurso para investir em um novo centro de urgência e emergência.

O prefeito Valmir Clímaco tinha em mente fazer a obra, mas, sem recursos não deu.

O projeto está pronto e já foi mostrado a nossa reportagem. O novo local é muito mais amplo do que o atual, oferecendo condições muito melhores para um bom atendimento.

Essa é uma boa pauta para que a Câmara Municipal abrace neste segundo ano da atual legislatura, unindo esforços com o Executivo para sensibilizar deputados federais que vão pedir votos aqui, para que apresentem emendas ao orçamento da União para esse fim.

Não dá para assistir ao que acontece atualmente sem demonstrar alguma reação e às vezes, indignação.

A Transgalego pede atenção da Seminfra

Via importante para ligação dos bairros Floresta, Liberdade e Bom Jardim, a Transgalego tem alguns trechos em condições muito ruins.

No governo de Eliene Nunes, nem mesmo o fato do bairro da liberdade e da Floresta serem locais de moradia dos vereadores Orismar Gomes, Diomar Figueira e Dadinho Caminhoneiro sensibilizou o governo a fazer mais do que alguns remendos.

Orismar agora e secretário de Infraestrutura e mora na Transgalego. Mas, até agora, nada mudou, pois na frente da casa dele existem alguns buracos que só estão aumentando.

Não é só na frente da casa do secretário que precisa ser arrumado. O trecho que fica entre a Rua das Flores e as proximidades da casa da presidente da OAB Itaituba, Cristina Bueno, é o prior de todos.

Se nada for feito e o inverno pegar pesado, aquele trecho poderá cortar.

Já passou da hora de a SEMINFRA fazer alguma coisa.

Prefeitura x SINTEPP: confronto à vista

Resultado de imagem para fotos de campanha salarial do sinteppA reunião entre o secretário de educação, Amilton Pinho e a coordenação do SINTEPP para tratar de assuntos ligados à educação não foi das mais promissoras.

Conforme declarações do professor Celson Noronha, da coordenação, Amilton não conseguiu responder de forma convincente a alguns questionamentos feitos na reunião.

“O secretário faltou com a verdade quando apresentou uma folha de pagamento de R$ 10 milhões. Os números que temos são menores e, portanto, divergem. Outro ponto é que vieram recursos superiores aos esperados para a educação ano passado”.

Quanto a campanha de reajuste salarial, o percentual vai ser discutido em assembleia geral, mas, ressaltou o coordenador, que há uma perda de cerca de 30%, pois ano passado não houve reajuste. Ademais, já foi reajustado o piso salarial nacional.

Como o blog já previu bem antes, a possibilidade de um embate duro entre prefeitura e SINTEPP é muito grande. E como 2018 é ano eleitoral, a chance de haver dificuldades nas conversas é muito maior.


A capacidade de negociação do prefeito Valmir Clímaco deverá ser testada à exaustão.

Copa Ouro: recuo nas mudanças

Resultado de imagem para fotos da copa ouro, itaitubaA euforia inicial de alguns participantes da Copa Ouro de futsal 2018 durou pouco. As mudanças anunciadas, que prometiam ser a grande novidade para a 12ª edição foram totalmente descartadas.

Ontem, a reportagem conversou com o professor Sérgio Castro Poc, o qual informou que os clubes voltaram atrás.

A fórmula de disputa será a mesma de sempre, adotada desde o início da competição, jogando todos contra todos na primeira fase, classificando-se os quatro primeiros colocados para a fase final.

O dirigente da equipe Madeireira Angelim, Marquinhos, queria que todas as rodadas fossem feitas através de sorteio que aconteceria após cada rodada.

Poc disse que isso não tem sentido, e foi mantido o modelo de montagem completa da tabela dos jogos.

Os dirigentes dos clubes vão procurar o prefeito Valmir Clímaco após o retorno dele das férias com a família, para a primeira conversa sobre o apoio da prefeitura ao evento.

quarta-feira, janeiro 10, 2018

Historiador, colunista de O Globo, diz que Anitta representa a 'decadência cultural' do Brasil

YouTube/Anitta/Reprodução O historiador Marco Antônio Villa fez críticas severas à funkeira Anitta, em sua coluna publicada na manhã desta terça-feira, dia 9 de janeiro, no jornal O Globo. Na opinião dele, a cantora carioca é "o melhor exemplo" do que chama de "decadência cultural" do Brasil.

Para Villa, o sucesso de Anitta e a imagem que ela tem como "representante do Brasil para o mundo" seriam um fato negativo. Ele também define a cantora como uma "figura caricata". "Foi até chamada para cantar o hino nacional no último Grande Prêmio de Fórmula 1, em Interlagos. Seguindo este caminho, logo teremos como intérpretes Ludmilla ou Pabllo Vittar", ironiza o historiador, referindo-se a outros dois cantores que tornaram-se famosos recentemente.

O colunista do Globo critica, ainda, a presença de Anitta como a principal atração do Réveillon do Rio de Janeiro, na praia de Copacabana. A frase "vocês acharam que eu não ia rebolar a minha bunda hoje?", dita por ela durante o tradicional show da virada de ano, foi classificada por Marco Antônio Villa, utilizado a ironia, como "de rara profundidade filosófica".

No texto publicado nesta terça (9), o historiador fala ainda sobre o hit Vai Malandra, recém-lançado por Anitta. Para ele, o vídeo desqualifica as mulheres e traz uma idealização da favela que não existe na realidade. Por fim, Villa atribui à ignorância o sucesso da funkeira: "A decadência cultural do país é inquestionável. A ignorância se transformou em política oficial. Quanto mais medíocre, melhor". (Revista Encontro)

Confusão mental de idosos pode ser falta de ingerir líquidos

Confusão mental do idoso ( leia, é pequeno, importante e sério )
 
Principal causa da confusão mental no idoso

Arnaldo Lichtenstein, médico

Sempre que dou aula de clínica médica a estudantes do quarto ano de Medicina, lanço a pergunta:   

​​- Quais as causas que mais fazem o vovô ou a vovó terem confusão mental?​​

Alguns arriscam: ​"Tumor na cabeça"​.
Eu digo: ​"Não"​. 

Outros apostam: ​"Mal de Alzheimer"​

Respondo, novamente: ​"Não".​

A cada negativa a turma se espanta.... E fica ainda mais boquiaberta quando enumero os três responsáveis mais comuns:

​- diabetes descontrolado;​

​- infecção urinária;​
  
​- a família passou um dia inteiro no shopping, enquanto os idosos ficaram em casa.​

Parece brincadeira, mas não é. Constantemente vovô e vovó, sem sentir sede, deixam de tomar líquidos.

Quando falta gente em casa para lembrá-los, desidratam-se com rapidez.

A desidratação tende a ser grave e afeta todo o organismo. Pode causar confusão mental abrupta, queda de pressão arterial, aumento dos batimentos cardíacos ("batedeira"), angina (dor no peito), coma e até morte..

​Insisto:​ não é brincadeira.

Na melhor idade, que começa aos 60 anos, temos pouco mais de 50% de água no corpo. Isso faz parte do processo natural de envelhecimento.

Portanto, os idosos têm menor reserva hídrica.

​Mas há outro complicador:​ mesmo desidratados, eles não sentem vontade de  tomar água, pois os seus mecanismos de equilíbrio interno não funcionam muito bem.

​Conclusão:​
Idosos desidratam-se facilmente não apenas porque possuem reserva hídrica menor, mas também porque percebem menos a falta de água em seu corpo.

Mesmo que o idoso seja saudável, fica prejudicado o desempenho das reações químicas e funções de todo o seu organismo.

Por isso, aqui vão dois alertas:

​1 - O primeiro é para vovós e vovôs: tornem voluntário o hábito de beber líquidos. Por líquido entenda-se água, sucos, chás, água-de-coco, leite, sopa, gelatina e frutas ricas em água, como melão, melancia, abacaxi, laranja e tangerina, também funcionam​.

​O importante é, a cada duas horas, botar algum líquido para dentro.​

Lembrem-se disso!

​2 - Meu segundo alerta é para os familiares:​ ofereçam constantemente líquidos aos idosos.

Ao mesmo tempo, fiquem atentos.

Ao  perceberem que estão rejeitando líquidos e, de um dia para o outro, ficam confusos, irritadiços, fora do ar, atenção.

É quase certo que sejam sintomas decorrentes de desidratação.

​"Líquido neles e rápido para um serviço médico".​

Arnaldo Lichtenstein (46), médico, é clínico-geral do Hospital das Clínicas e professor colaborador do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

Gostou?

Então divulgue.

Seus amigos merecem saber!

Os 20 município do Pará que mais receberam CFEM em janeiro de 2018

As 20 cidades do Pará que mais receberam CFEM em janeiro de 2018, Detalhe do minério de bauxita, Alcoa, Juruti - PADepositado ontem, 9, na conta dos municípios do país, o repasse da CFEM (Contribuição Financeira pela Exploração de Recursos Minerais), feito pelo governo federal, relativo ao mês de janeiro de 2018. Ao Pará, foram canalizados recursos na ordem de 49,4 milhões de reais, crescimento de 21% em relação a dezembro de 2017.

O município de Parauapebas lidera o ranking no estado, com 29 milhões de reais de repasse, seguido de Canaã dos Carajás e Marabá. Na região do Baixo Amazonas, Oriximiná é o melhor colocado, 6ª posição, com recursos de 912 mil reais, queda de 20% em relação ao mês anterior. Abaixo, as 20 cidades do ranking paraense que mais receberam royalties mineral no primeiro mês de 2018. A fonte é a Agência Nacional de Mineração (ex-DNPM).

Parauapebas Valor jan 2017: R$ 29.108.693,15 Valor dez 2016: R$ 22.458.738,00

Canaã dos Carajás Valor jan 2017: R$ 7.285.100,72 Valor dez 2016: R$ 5.101.039,74

Marabá Valor jan 2017: R$ 6.314.062,50 Valor dez 2016: R$ 5.646.958,14

Paragominas Valor jan 2017: R$ 2.359.068,63 Valor dez 2016: R$ 2.093.294,92

Curionópolis Valor jan 2017: R$ 1.155.809,06 Valor dez 2016: R$ 721.081,29

Oriximiná Valor jan 2017: R$ 912.439,04 Valor dez 2016: 1.150.253,58

Terra Santa Valor jan 2017: R$ 708.522,13 Valor dez 2016: R$ 780.674,03

Juruti Valor jan 2017: R$ 650.372,92 Valor dez 2016: R$ 912.506,86

Ipixuna do Pará Valor jan 2017: R$ 437.445,80 Valor dez 2016: R$ 934.424,30

São Félix do Xingu Valor jan 2017: R$ 166.134,88 Valor dez 2016: R$ 184.128,49

Itaituba Valor jan 2017: R$ 155.339,54 Valor dez 2016: R$ 285.932,71

São Geraldo do Araguaia Valor jan 2017: R$ 36.410,29 Valor dez 2016: R$ 0,0

Primavera Valor jan 2017: R$ 29.581,39 Valor dez 2016: R4 4.117,36

Belém Valor jan 2017: R$ 12.822,42 Valor dez 2016: R$ 13.449,31

Santarém Valor jan 2017: R$ 11.033,89 Valor dez 2016: R$ 2.191,81

Novo Progresso Valor jan 2017: R$ 9.096,32 Valor dez 2016: R$ 5.069,27

Benevides Valor jan 2017: R$ 6.489,68 Valor dez 2016: R$ 10.253,33

Altamira Valor jan 2017: R$ 5.497,18 Valor dez 2016: R$ 6.211,95

Ourém Valor jan 2017: R$ 5.132,01 Valor dez 2016: R$ 4.950,64

Jacareacanga Valor jan 2017: R$ 4.917,62 Valor dez 2016: R$ 1.217,51


Fonte: blog do Jeso